10/11, quinta-feira
16h00 – HISTÓRIA DO CINEMA MOÇAMBICANO: Assim estamos livres. Cinema moçambicano 1975-2010 (16’) + Kuxa Kanema. O nascimento do cinema (52’).
18h00 – CINEMA MOÇAMBICANO, CINEASTAS ESTRANGEIROS I (Teatro Oficina em Moçambique): 25 (140’). Com a presença de Celso Luccas + recepção de abertura.


11/11, sexta-feira
16h00 – RUY GUERRA I: Operação Búfalo (25’) + Um povo nunca morre (17’) + Os comprometidos – actas de um processo de descolonização (42’). Com a presença da historiadora Vavy Pacheco Borges.
18h30 – MEMÓRIA COLONIAL: Avó (Miudumbe) (11’) + Nshajo (O jogo) (8’) + Redenção (27’). Com a presença da cineasta Raquel Schefer.


12/11, sábado
14h00 – OFICINA MEMÓRIA E AUDIOVISUAL I: Filmes de segunda mão, ou a reapropriação de arquivos familiares, com Raquel Schefer. Na CAIXA Cultural.
16h00 – MULHER, CINEMA E REVOLUÇÃO I: Yvone Kane (118’).
18h30 – LUTA E MEMÓRIA I (Guiné-Bissau): Tudo bem, tudo bem, vamos continuar (31’) + Morte negada (85’). Com a presença do cineasta Mathieu Kleyebe Abonnenc.
23h30 – MEMÓRIA E RACISMO: Empoderadas – Ana Koteban (5’) + Tabu (118’).


13/11, domingo
16h00 – LUTA E MEMÓRIA II (Angola): Um filme italiano. África, adeus! (27’) + Prefácio a Fuzis para Banta (25’) + Monangambee (15’). Com a presença do cineasta Mathieu Kleyebe Abonnenc e da pesquisadora Emi Koide.
18h30 – LUTA E MEMÓRIA III (Guiné-Bissau): Xime (95’).


14/11, segunda-feira
16h00 – LUTA E MEMÓRIA IV (Moçambique): O vento sopra do norte (90’).
18h00 – CINEMA MOÇAMBICANO, CINEASTAS ESTRANGEIROS II (Jean Rouch e Murilo Salles): Makwayela (19’) + Estas são as armas (60’).
20h00 – CURTAS DE SANTIAGO ÁLVAREZ E DO ICAIC NA ÁFRICA: Maputo, meridiano novo (16’) + Nova sinfonia (39’) + O milagre da terra morena (20’) + Noticiero ICAIC n. 736 (4’) + Noticiero ICAIC n. 739 (4’). Com a presença do pesquisador Alexsandro Silva.


15/11, terça-feira
16h00 – TODO O PODER ÀS CRIANÇAS I: Empoderadas – Mc Soffia (5’) + A República dos Meninos (78’). Com a presença da cineasta Renata Martins.
18h30 – MULHER, CINEMA E REVOLUÇÃO II: Sambizanga (102’). Com a presença de Annouchka de Andrade, filha da cineasta.


16/11, quarta-feira
16h00 – MESA REDONDA: O nascimento do cinema moçambicano. Com Ruy Guerra, José Luís Cabaço, Rita Chaves, Camilo de Sousa e Isabel Noronha.
18h00 – RUY GUERRA II: Mueda, memória e massacre (80’). Com a presença do cineasta Ruy Guerra.


17/11, quinta-feira
16h00 – LUTA E MEMÓRIA V (Moçambique): O tempo dos leopardos (91’). Com a presença do cineasta Camilo de Sousa.
18h30 – CINEMA MOÇAMBICANO, CINEASTAS ESTRANGEIROS III (Licínio Azevedo): A colheita do diabo (52’) + Hóspedes da noite (53’).


18/11, sexta-feira
16h00 – LUTA E MEMÓRIA I (Guiné-Bissau): Tudo bem, tudo bem, vamos continuar (31’) + Morte negada (85’). Com a presença do cineasta Flora Gomes.
18h00 – DEBATE: O cineasta Flora Gomes conversa sobre sua obra com a pesquisadora Carolin Overhoff Ferreira.


19/11, sábado
15h00 – OFICINA MEMÓRIA E AUDIOVISUAL II: O conceito de casa da memória negra: Cinema expandido e história da preservação de divulgação da memória negra local, com Lilian Solá Santiago. Na CAIXA Cultural.
16h00 – CINEMA MOÇAMBICANO, CINEASTAS ESTRANGEIROS II (Jean Rouch e Murilo Salles): Makwayela (19’) + Estas são as armas (60’).
18h00 – LUTA E MEMÓRIA VI (Guiné-Bissau): Árvore de sangue (95’). Com a presença do cineasta Flora Gomes.
23h30 – LUTA E MEMÓRIA III (Guiné-Bissau): Xime (95’).


20/11, domingo
16h00 – TODO O PODER ÀS CRIANÇAS II: Empoderadas – Thais Dias (8’) + Na cidade vazia (90’).
18h00 – TODO O PODER ÀS CRIANÇAS I: Empoderadas – Mc Soffia (5’) + A República dos Meninos (78’). Com a presença do cineasta Flora Gomes.


21/11, segunda-feira
16h00 – MULHER, CINEMA E REVOLUÇÃO III: Mulheres da Guerra (50’) + Os comprometidos (51’).
18h00 – MULHER, CINEMA E REVOLUÇÃO IV: Vovós guerrilheiras (80’).


22/11, terça-feira
16h00 – CURTAS DE SANTIAGO ÁLVAREZ E DO ICAIC NA ÁFRICA: Maputo, meridiano novo (16’) + Nova sinfonia (39’) + O milagre da terra morena (20’) + Noticiero ICAIC n. 736 (4’) + Noticiero ICAIC n. 739 (4’). Com a presença da pesquisadora Cristina Beskow.
18h30 – MEMÓRIA E RACISMO: Empoderadas – Ana Koteban (5’) + Tabu (118’).


23/11, quarta-feira
16h00 – LUTA E MEMÓRIA VI (Guiné-Bissau): Árvore de sangue (95’).
18h00 – MULHER, CINEMA E REVOLUÇÃO I: Yvone Kane (118’).